Quem lê / Who's reading

"a escrita é a minha primeira morada de silêncio" |Al Berto

sábado, 23 de maio de 2015

Tela da vida

Foto: Da série Correspondence, (c) Gaëlle Boissonnard 
Na tela da vida, tudo está em branco, é promessa, possibilidade.
Numa mão, o pincel, noutra a paleta de cores.
No processo de encher a tela, somos tentados a acreditar, acreditamos por vezes, que apenas uma cor nos é permitida. Mas se assim fosse, porque nos seria dada toda a palete? – perguntou-se a menina.
Ainda que as formas desenhadas pelo pincel possam ser diferentes, a menina olhava para as cores e não concebia pintar a sua história com uma cor apenas.
Poderia escolher o verde a lembrar a vibração da vida, as folhas das árvores que vestem os ramos que se estendem até ao alto. Assim como os braços dela procuravam tanto além de si mesma.
Mas então sentiria falta do azul, a lembrar o mar e o céu e o encontro dos dois, azuis em dança. A calma e a borrasca que ambos oferecem, porque como toda a terra, são dois pesos de uma balança, à procura de equilíbrio.
E como abdicar do calor do amarelo, lembrando o sol que alimenta e que, numa carícia sobre a pele nos lembra que somos parte de um todo, feito em pó de estrelas.
E o laranja, da fruta fresca, olhá-lo lembra tanto o sabor como o aroma.
O rosa? Delicado como a flor, apesar dos espinhos, não saberia viver sem ele.
Vermelho, não o poderia deixar de fora, já que até nas veias nos corre…?
Nenhuma das outras cores da paleta conseguia descartar, nem o branco nem o preto, da luz e da sombra que em todos nós habitam!
E por isso, no processo de encher a tela, a menina deixou que o pincel corresse pela paleta e, a cada pincelada, escolhesse a cor que o coração lhe mandava!


In Meninas Aladas

10 comentários:


  1. Nossa tela ficaria estagnada se não houvesse a movimentação das cores.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é verdade a vida precisa de movimento, se não torna-se um passar de dias...!
      Obrigada, Clau, um abraço!

      Eliminar
  2. Um arco-íris floresce a cada uma das tuas palavras :)
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) E aqui também um surge com a tua visita! :)
      Obrigada, um beijinho

      Eliminar
  3. Às vezes nos damos conta de que o mundo é colorido e nós esquecemos desse maravilhoso detalhe.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, por vezes deixamo-nos "cegar" pela correria do Mundo... Mas existem muitas cores, sim!
      Obrigada, Guaraciaba! :)

      Eliminar
  4. Que as cores se tornem luz....

    Abçs

    ResponderEliminar
  5. Que assim seja! Obrigada, Vanessa! :)

    ResponderEliminar
  6. Bravo! Lindíssima prosa poética. Cores dançantes...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. gostei muito desta prosa poética e da imagem que a acompanha.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar

Um espaço para recortes que completem o álbum de instantâneos... Obrigada pela visita!
A space for clip to complete this snapshot album... Thank you for your visit!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares / Popular messages